Notícias

voltar para a home
11 | Maio

IBD

publicado em 11/05/2017

"Orgânico e Natural na Praça": Abertura da principal feira de orgânicos do País acontece no próximo dia 20/05, na Oscar Freire, e terá lançamento do livro Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação


O lançamento do livro será às 15h00 durante o evento “Orgânico e Natural na Praça”, que acontece na rua Oscar Freire, um dos endereços mais chiques de São Paulo
 
Num mundo em que as pessoas estão cada vez mais atentas à qualidade da produção de alimentos e mais exigentes em relação aos métodos produtivos, os produtos orgânicos e sustentáveis devem conquistar cada vez mais espaço no mercado. “É isso o que se percebe ao analisar esse segmento desde que ele era ainda muito embrionário no Brasil e no mundo. A tendência é que ele cresça, sim, cada vez mais até que a sua participação no mercado total, que hoje ainda é pequena, seja mais equilibrada. Esse é um processo que não tem volta; e felizmente, para o bem da saúde de consumidores e do próprio planeta”, diz a jornalista Luciana Juhas*, e com conhecimento de causa.
 
Ela é autora do livro “Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação” (LCTE Editora), resultado da experiência da jornalista no acompanhamento dos fatos mais importantes que marcaram o setor de orgânicos a partir de 2002, quando Luciana fundou a Galeria de Comunicações*, agência de comunicação especializada nesse ramo, entre outros. A publicação será lançada no próximo dia 20 de maio durante a primeira edição do “Orgânico e Natural na Praça”, a ser realizado num dos endereços mais chiques da capital paulista, a Rua Oscar Freire.
 
Organizado pela Francal Feiras, em parceria com o Organics News Brasil e o Organis – Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável - o evento vai antecipar algumas das novidades que serão lançadas na Bio Brazil Fair/Biofach America Latina e Naturaltech, as principais feiras do setor, a serem realizadas em junho, também em São Paulo. “Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação” se tornou uma importante fonte de informação e pesquisa sobre o segmento de produtos orgânicos e sustentáveis desde que chegou ao mercado editorial, em novembro do ano passado. Por isso, os organizadores convidaram Luciana a lançar o livro no evento.
 
A publicação mostra o desenvolvimento desse mercado, especialmente a partir da última década e meia; os principais desafios enfrentados e que ainda enfrenta para a sua consolidação; os conceitos e os marcos que o levaram a se tornar um dos segmentos mais promissores do agronegócio brasileiro e mundial; e como as estratégias de comunicação foram e são fundamentais para disseminar e enraizar conceitos, estimular o consumo, alavancar negócios e impulsionar novos investimentos nas lavouras orgânicas e sustentáveis e no processamento e industrialização desses produtos.
 
São mais de 230 páginas que revelam a trajetória do setor desde que uns poucos grupos, considerados à época como de sonhadores, começaram a plantar as suas primeiras sementes. Cada página está respaldada em fatos, muitos dos quais tiveram a participação ativa da jornalista, que tem um rico acervo sobre o desenrolar das questões mais importantes relativas a esse mercado; bem como pesquisas, depoimentos e entrevistas exclusivas com personalidades que tornaram esse segmento viável e uma realidade no Brasil.
 
Primeira Biofach no Brasil
 
Está no livro de Luciana, por exemplo, a primeira edição da Biofach America Latina realizada no país, em 2003, no Hotel Gloria, no Rio de Janeiro, e como os organizadores desse evento, o mais importante do setor de orgânicos e produtos naturais do mundo, escolheram o Brasil para sediar a feira de caráter regional. “Percebendo o crescimento deste mercado, a NurnbergMesse (organizadora alemã, onde a feira nasceu) investiu numa Biofach no Japão em 2001, e outra nos Estados Unidos em maio de 2002. O próximo passo seria a América do Sul e o Brasil foi escolhido para sediar a primeira Conferência Biofach da América Latina”, lembra Luciana, no livro, que dedica mais de 70 páginas ao evento, uma vez que a Galeria de Comunicações foi a agência de comunicação da feira durante sete anos, até 2010, e trabalhou e trabalha para importantes deste setor.
 
“Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação” traz também depoimentos importantes, como o do ex-ministro Roberto Rodrigues, do Mapa – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, atualmente coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getulio Vargas e embaixador especial da FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e para o Cooperativismo. Foi durante a gestão de Rodrigues que o mercado de orgânicos começou a ter regras claras, importantes para o desenvolvimento de qualquer setor.
 
“Todo meu esforço foi no sentido de estabelecer as bases para uma agricultura brasileira pujante e competitiva, tendo em vista dar ao Brasil as condições para ser o campeão mundial da segurança alimentar e energética e, por via de consequência, um campeão mundial da Paz. O conceito é claro: não há paz onde houver fome. Este esforço, evidentemente, levou em consideração um sem número de temas relevantes que cabiam no escopo das funções do Mapa. Entre esses temas avultava a questão da produção orgânica no país, que necessitava de clara regulamentação legal”, relembra Rodrigues, em seu depoimento para o livro de Luciana Juhas, que traça um panorama fiel de todo esse processo de normatização, que se completou apenas no início dessa década.
 
Nomes que marcam o setor
 
Entre as entrevistas exclusivas, destacam-se as realizadas com o engenheiro agrônomo, José Pedro Santiago, um dos fundadores da Associação de Agricultura Orgânica; e com o coordenador de Agroecologia do Mapa, Rogério Dias, que conduziram todas as discussões e trabalhos para a elaboração das principais leis e regulamentações da produção orgânica do país. Ming Liu, coordenador executivo do Projeto Organics Brasil, o programa de promoção internacional de produtos orgânicos e sustentáveis fomentado pela Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, também é presença marcante na publicação com suas análises econômicas sobre o desempenho do setor e a participação dos produtos orgânicos e sustentáveis brasileiros no mercado internacional.
 
Também concederam entrevistas exclusivas Maria Beatriz Martins Costa do Planeta Orgânico, responsável por trazer a Biofach para o Brasil e que atualmente promove o Green Rio; Alexandre Harkaly, um dos fundadores e diretor-executivo da maior certificadora de orgânicos do Brasil, o IBD Certificações; e Hélio da Silva, executivo da Native, primeira empresa brasileira a produzir açúcar orgânico e hoje maior produtora mundial de álcool e açúcar orgânicos. “Esses entrevistados são especiais para o livro porque são para o setor. O trabalho que eles fazem há décadas para desenvolver o mercado de orgânicos no país é muito sério, e sem essa dedicação certamente o setor teria avançado em ritmo muito mais lento”, explica a autora.
 
“Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação” da LCTE Editora: http://www.saraiva.com.br/organicos-marcos-desafios-e-comunicacao-9401464.html
 
Acompanhe as redes sociais do livro:
 
Facebook: /OrganicosMarcosDesafioseComunicacao
 
Instagram: @livroorganicos
 
Serviço
 
Lançamento de “Orgânicos: Marcos, Desafios e Comunicação” durante o evento Orgânico, Natural e na Praça, a ser realizado entre 11h00 e 19h00
 
Data – 20 de maio de 2017
 
Horário – 15h00
 
Local – Espaço Organics Brasil – Rua Oscar Freire, 974, Jardim Paulista, São Paulo
 
Para mais informações Clique Aqui

Eventos

25 | Outubro

Evento

Semana Internacional do Café
mais eventos

Clientes Certificados

  • [escolha um país]
  • buscar

Insumos Aprovados

  • buscar
Endereço: Rua Amando de Barros, 2275 - Centro - CEP: 18.602.150 – Botucatu - SP

(14) 3811-9800

© Copyright - A publicação ou uso dos textos e imagens contidas nesse site só serão permitidas com a autorização devida do IBD